Notícias

Urgente: duas pessoas acabam de serem presas por acobertar Lázaro Barbosa em sua fuga, veja os detalhes divulgados pelo secretário de segurança

Após grande movimentação da polícia nessa tarde e noite de quinta-feira em busca de Lázaro Barbosa, acaba de ser confirmado novas informações sobre o caso Lázaro. O secretario de segurança deu uma entrevista agora a noite e disse detalhes importantes sobre o novo cerco formado.

Segundo o secretário, duas pessoas foram presas acusadas de estar encobertando a fuga de Lázaro, eles são dois fazendeiros que estavam fornecendo esconderijo, comida entre as coisas necessárias para o serial killer sobreviver.

Agora a policia investiga se essas pessoas têm participação no assassinato da família Vidal, segundo o secretario não se descarta essa possibilidade.

No entanto Lázaro Barbosa continua desaparecido, para o secretario não há pressa e a polícia vai conseguir capturá-lo em breve, preservando a vida das pessoas. Veja no vídeo:

https://www.youtube.com/watch?v=IIDZMc7pgxQ

Confira os detalhes das buscas que aconteceram nessa semana divulgado pelo G1.

20 de junho: as buscas por ele foram intensificadas por policiais civis, militares e federais. Foram usadas três aeronaves e cinco cães farejadores na caçada.

21 de junho: Pela manhã uma moradora denunciou que viu um homem, parecido com o fugitivo, passar por uma propriedade rural. Policiais e bombeiros com cães farejadores acompanharam a mulher para fazer uma verificação na área. Militares de vários batalhões vasculharam casas rurais em busca de pistas e rastros que Lázaro possa ter deixado.

22 de junho: policiais retomam buscas por Lázaro e recebem rádios comunicados do Exército Brasileiro com alcance de 30km. Pela manhã, equipes periciaram um carro que foi encontrado queimado e, à tarde, um lençol e um serrote, que foram encontrados em um local onde o criminoso pode ter se abrigado, em Águas Lindas de Goiás. À noite, um novo cerco foi montado após troca de tiros entre fazendeiro e suposto invasor.

23 de junho: a SSP disponibilizou um aplicativo para que moradores em uma área de 100 km de distância da região de busca possam fazer denúncias ou pedidos de ajuda. Equipes fizeram buscas em áreas de chácara, mas não conseguiram localizar pistas do fugitivo.


Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.