Notícias

Um dos mais afetados por toda a tragédia, o que aconteceu com o irmão de Suzane Von Richthofen?

Provavelmente, você se lembra do caso de Suzane Von Richthofen. A mulher, em 2002, foi condenada por ordenar a morte dos pais. O caso é um dos mais brutais e emblemáticos que o Brasil já viu, tendo sido fortemente coberto pela mídia.

Agora, quase 18 anos depois, muito ainda se fala sobre Suzane, mas uma das maiores vítimas de toda a tragédia é frequentemente deixada de lado. Andreas Von Richthofen nunca mais foi o mesmo depois da morte dos pais e a prisão da irmã.

Andreas era um garoto tímido, interessado em aeromodelismo. Foi em competições da modalidade que o garoto conheceu Daniel Cravinhos, que mais tarde se envolveria com Suzane e participaria da execução de seus pais.

O jovem acabou sendo um dos mais afetados pela tragédia, ele perdeu os pais, um de seus melhores amigos e a própria irmã, a quem costumava ser próximo. O rompimento de relações com ela aconteceu um pouco depois de sua prisão.

No começo, o jovem ainda visitou a irmã em cárcere em algumas poucas ocasiões. Depois, ele deixou de vê-la e começou a entender o que realmente havia acontecido. Os dois se falaram novamente 15 anos depois, de acordo com o livro de Ullisses Campbell.

Suzane já desfrutava de regime semi-aberto e foi surpreendida por uma ligação telefônica, do outro lado era Andreas. Essa ligação aconteceu em 2017, quando Andreas teve a iniciativa de reencontrar a irmã.

Aos 29 anos e bem-sucedido profissionalmente, Andreas não conseguiu reencontrar a irmã e depois de abusar da bebida alcoólica, acabou tendo um surto. O jovem foi encontrado e encaminhado para uma clínica psiquiátrica.

Na época, muito se falou sobre Andreas ter sido encontrado na cracolândia, mas Ullisses Campbell conta que ele nunca esteve no local. Andreas sofreu um forte trauma e não conseguiu lidar com as fortes emoções que o atingiram.

Depois desse evento, ele nunca mais teve contato com a irmã. Suzane foi orientada a não entrar mais em contato com Andreas, que chegou a registrar boletim de ocorrência contra a irmã por perseguição.

Suzane matou os pais em nome da herança, mas Andreas acabou ficando com todo o dinheiro. Suzane, no entanto, é a única herdeira do irmão. Campbell é autor do livro “Suzane – Assassina e Manipuladora”.


Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.