Notícias

Menina de dois anos visita a mãe em coma no hospital e o que aconteceu deixou todos emocionados

Muitas pessoas costumam dizer que mãe consegue sentir o que os filhos sentem, muitos não acreditam nesse dom, mas a história de María Laura Ferreyra, 42 anos, que estava em coma a um mês, vai te fazer repensar sobre o vínculo entre mãe e filhos.

A pequena ainda mamava no peito, após a criança começar chorar muito, a família resolveu levá-la no hospital para visitar a mãe em coma.

Quando a menina de dois anos se debruçou sobre a mãe, fez um barulho que sempre fazia para pedir leite, quase que instantaneamente a mãe acordou e deu amamentação para a filha.

A mulher acordou com um pouco de inconsciente, mas a família ficou muito animada com a reação e está muito otimista com sua volta para a casa.

O marido de María, Martin Delgado, falou para o jornal argentino Diário do Panorama, que a esposa deve ter reconhecido o gesto da filha “ela a tocou como costumava fazer antes do acidente”.

María Laura, que mora em São Francisco, na província de Córdoba, Argentina, ficou gravemente ferida após um assalto, os médicos chegaram a falar que os ferimentos poderiam ter causado morte cerebral,  além disso, disseram, as chances de sobrevivência dela eram “mínimas”.

No entanto, após 14 dias em coma, os médicos contataram por meios de exames que felizmente a mulher tinha atividade cerebral. Diante desse diagnostico a família está esperando pacientemente uma reação de  María.

Porém os médicos, pediram para os filhos dela evitarem visitá-la por causa do seu estado de saúde delicado.

A visita da filha de dois anos, foi de difícil autorização, mas felizmente foi bom porque estimulou a reação de María ao tocá-la e fazer o “barulhinho da amamentação” que sempre faz, desde bebê.

“O momento foi mágico e emocionante para toda a nossa família”, disse Martin. “Naquele momento, foi impossível não perceber o instinto único de mãe dela”, concluiu.


Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.