Notícias

Homem confessa que enterrou a esposa viva e revela o motivo para polícia: ”ela mereceu esse castigo”

Um homem confessou que enterrou a esposa viva, eles moram no Barro Preto, no sul da Bahia, felizmente a mulher conseguiu ser resgatada com vida após ficar dias desaparecida.

Valdenice Alves de Novais, foi encontrada pela polícia muito machucada e debilitada em uma região de mata, chegou a ficar em observação no hospital mas foi liberada horas depois.

Ela estava se relacionando com o agressor a seis meses, após o ocorrido o homem foi preso e não teve identidade revelada.

Segundo o boletim de ocorrência, o homem manteve a vítima em cárcere privado, o motivo do crime foi ciúme.  Valdenice, foi dada como desaparecida depois de não voltar para casa após um passeio com o marido.

Uma irmã da vítima revelou que a mulher está muito abalada e não consegue conversar com ninguém sobre o ocorrido. ‘’Ela fica apenas parada olhando para a gente’’ afirmou.

A irmã ainda disse que o homem confessou que Valdenice, mereceu o castigo por ter se relacionado com outro homem. Além disso o agressor revelou que sabia que a companheira estava viva quando cavou a cova de 3 palmos e a enterrou.

Ele morava na zona rural de Barro Preto, após confessar o crime ele levou os policiais até o local da cova, e disse que empurrou a mulher na vala após uma discussão.

Segundo ele, a companheira caiu e bateu a cabeça, ficando desacordada, após tentar reanimá-la o homem não teve sucesso e pensou que ela estava morta e decidiu enterrá-la.

O delegado Evy Paternostro, coordenador da 6ª Coorpin/Itabuna, disse por meio de nota que as buscas ocorreram em mata fechada e gastou horas para encontrá-la. “Ele (o agressor) disse que sabia que a mulher estava viva e fez isso como castigo, pois estava com ciúmes e queria punir a companheira”, destacou.

O homem já foi detido por cárcere privado, durante a Operação Unum Corpus. “Já solicitamos a conversão do flagrante em prisão preventiva”, acrescentou o delegado.


Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.