Notícias

Fim dos tempos? Ciclone Bomba passa deixando estragos em SC

Ciclone em Santa Catarina mata 3 pessoas

Com a tempestade forte, carros e telhados foram arremessados para longe o estrago foi grande para uma chuva de poucos instantes, os ventos chegaram a uma velocidade de 100 km/h é mais de 1,5 de pessoas ficaram sem energia.

Nesta terça-feira o ciclone “bomba” passou de forma rápida por Santa Catarina o pequeno tornado levantou telhados e provocou quedas de árvores e resultou em morte de 3 pessoas.

Na cidade de Chapecó na região Oeste uma senhora foi morta por uma queda de árvore, em Santo Amaro outra pessoa desta vez um homem foi morto quando a fios de um poste se desprendeu e o acertou causando uma forte descarga elétrica. A terceira pessoa que veio a óbito foi por uma estrutura que caiu em cima da mesma com o vento forte, o caso segue em investigação.

De acordo com a Polícia Rodoviária, diversas auto estradas seguem interditadas por conta de árvores caídas em meio a pista, dentre elas estão a BR-101, BR-470, BR-116.

Na cidade de Florianópolis por volta das 17:25 da tarde mais da metade da cidade estava sem luz elétrica e todo o trânsito ficou congestionado em vários trechos dos grandes municípios.

Em outra cidade uma van e um carro de passeio foram atingidos por uma imensa árvore que acabou dando perda total em ambos os veículos, em quase todas as cidades de Santa Catarina foram relatados quedas de árvores. A cidade possui árvores antigas na maior parte das grandes metrópoles.

Em Blumenau com o forte vento do ciclone “bomba” telhado que foi arrancado pela força do vento caiu na perna de um trabalhador que passa nas proximidades e teve a perna parcialmente machucada com riscos de fraturas severas internas, na região Sul do estado uma casa pegou fogo e em Joaçaba parte de um estrutura de Frei Bruno foi quebrada pelo vento ela tinha cerca de 7 metros de cumprimento. Cidades ficaram avariadas e chuva ainda não cessou.


Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.