Notícias

Crime bárbaro na Serra Catarinense

O ano está terminando de forma trágica para uma família do estado de Santa Catarina. Na manhã desta quinta-feira(31), véspera de ano novo, a polícia militar foi acionada para atender uma ocorrência de um suposto homicídio. Assim que a polícia chegou ao local encontrou duas vítimas sem vida; Priscila de Ávila Baccin de 38 anos e sua mãe Terezinha do Carmo Ávilla de 63 anos.

A polícia foi acionada depois que a tia de Priscila não conseguir contato com a sobrinha. Ela não apareceu para trabalhar na manhã desta quinta. Muito preocupada a tia foi até a casa da família. Não obtendo resposta ela foi até a janela onde viu que havia uma pessoa caída no chão dentro de casa.

Mãe e filha apresentavam ferimentos condizendo com golpes de facas e pedaço de pau. Um crime bárbaro contra essas duas mulheres da cidade de Lages. O principal suspeito até o momento é Patrick Ávilla Baccin de 31 anos de idade, filho e irmão das vítimas. De acordo com os familiares ele tem problemas psicológicos.

Segundo testemunhas que prestaram informações às autoridades policias, Patrick fugiu em uma Montana branca de propriedade do posto de gasolina em a irmã trabalhava. A mãe foi morta na sala da casa enquanto que a irmã no quarto. Patrick, que sofre de esquizofrenia está desaparecido desde então.

A DIC esteve no local e investiga o caso, o IGP(instituto Geral de Perícia) também se fez presente para realizar todos os exames periciais e retirar os corpos do local e encaminhar para o IML. Infelizmente, a cidade de Lages que fica localizada na Serra Catarinense irá terminar este difícil ano de 2020 ainda pior, com mais essa tragédia na memória da população deste município. E será ainda pior para essa família que foi arrastada para este pesadelo causado por alguém que é da própria família.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *