Notícias

Caso Flordelis: filho adotivo revela que era amante da mãe e detalhes chocam até a polícia

Os detalhes sórdidos envolvendo o assassinato do pastor Andersson do Carmo que aconteceu no dia 16 junho de 2019, estão deixando chocados até os policiais mais experientes.

A deputada federal Flordelis (PSD-RJ), é apontada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro e da Polícia, como mandante e mentora intelectual do assassinato do marido Andersson do Carmo.

Por traz da aparência da vida perfeita do casal que era um exemplo para os evangélicos, que adotaram mais de 50 filhos, existe uma organização criminosa, exploração sexual, incesto, assédio moral, entre outros crimes.

Um dos filhos adotivos da pastora Flordelis revelou em depoimento para a polícia que mantinha um relacionamento amoroso com a mãe. Ele também afirmou que a deputada federal evangélica oferecia favores promíscuos a pastores estrangeiros, neste caso com as mulheres que moravam na casa.

O rapaz afirmou que, além dele outros filhos adotivos mantinham relações intimas com a pastora. Ele contou que no seu primeiro dia na casa da mãe adotiva, localizada no bairro Rio Comprido no Rio de Janeiro, Flordelis mandou que uma cantora gospel passasse a noite com ele e mantiveram relações.

O relacionamento entre o filho e a líder religiosa continuou até ele conhecer a atual esposa, que frequentava a igreja evangélica Ministério Flordelis. Segundo ele, a esposa encontrou um diário onde ele relatava todas as vezes que se relacionou intimamente com a mãe além de outros detalhes sórdidos.

A esposa o obrigou a deixar a igreja e cortar relações com a família, afirmou o depoente a polícia.


Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.