Notícias

Aos 81 anos, acaba de chegar triste notícia sobre o cantor Sérgio Reis: “Infelizmente, foi confirmado”

O cantor sertanejo Sérgio Reis, que coleciona milhões de brasileiros em todo o Brasil, está enfrentando momentos difíceis em sua vida, com risco de ser preso, após um áudio onde o mesmo incitava a paralisação dos caminhoneiros apoiadores do atual presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (sem partido), vazar nas redes sociais. Sérgio Reis possuía o intuito de pressionar os senadores a afastarem ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) e, agora, o músico se encontra na ira da Polícia Federal, chegando a ir à público para pedir desculpas após um mandado de busca e apreensão ser realizado em sua residência

Sérgio Reis é internado às pressas

Em meio à diversas polêmicas envolvendo seu nome, recentemente, o famoso acabou gerando uma enorme preocupação aos familiares, amigos e seguidores, após necessitar ser internado no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, aos 81 anos de idade.

De acordo com as informações, Sérgio Reis está há mais de um dia na unidade hospitalar, com a notícia sendo divulgada apenas agora, através do amigo pessoal do cantor, o apresentador Geraldo Luís, que realizou uma visita ao artista no hospital, publicando o momento em sua conta oficial nas redes sociais.

“Vim visitar no hospital meu amigo querido Sérgio Reis”, informou. “Ele está melhor e ao lado de sua amada Ângela. Precisou ser internado ontem, em breve em casa se Deus quiser.”

Geraldo Luís não deu muitos detalhes sobre o motivo da internação do cantor, contudo, há alguns dias, Sérgio Reis vinha falando sobre seu problema de picos de glicemia, uma vez que é portador de diabetes.

Polêmica

Após o áudio gerar uma enorme repercussão em todo o Brasil, o músico necessitou dar algumas triste notícias em sua vida, onde, infelizmente, informou que havia perdido inúmeros fãs e apoiadores, sendo abandonado por alguns famosos, com suas canções tendo uma redução de 50% de acessos.

Sérgio Reis pede desculpas

“Eu errei, quero pedir desculpas, até ao Supremo. Eu sou uma pessoa que só pensa bem dos outros. E agora estão querendo acabar comigo como se eu fosse bandido. Eu não sou bandido”, disse ele, durante uma entrevista para o jornalista Roberto Cabrini.

“Não me arrependo de nada. Só esta frase infeliz, que eu brinquei com um amigo, que vazou. Mas não é a realidade. E se eu falei, foi brincando […] Eu errei, cara. Quem não erra? Quem é que não erra? Quem não faz uma bobagem um dia, sabe”, desabafou.


Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.