Notícias

5 coisas que o ginecologista tem ‘nojo’ em suas pacientes, mas jamais falarão

Um dos assuntos mais complicados para as mulheres é sobre o ginecologista que irá cuidar de sua saúde, o profissional que cuida do sistema reprodutor, pode dar dicas perfeitas para as mulheres que estão com algum tipo de dúvida ou receio. Por tanto a escolha do profissional que irá acompanhar os cuidados com o corpo da mulher é de extrema importância.

Entretanto, o que nem todo mundo sabe é que esse tipo de especialista detesta algumas atitudes de suas pacientes.

Visando sanar a dúvida de milhares de pessoas, foi elaborada uma lista de coisas que os ginecologistas odeiam, porém eles não revelam ao seu público. Já que isso pode deixar algumas pessoas desconfortáveis.

1 – Odeiam pacientes que escondem sintomas
Vale ressaltar que se você foi até um médico, você deve se abrir e ser franca com ele. Já que isso pode afetar sua saúde de diversas maneiras possíveis e isso ainda pode afetar o seu médico.

2 – Pior ainda são as mulheres que mentem
Mentir para seus especialistas, os ginecologistas odeiam quando as mulheres simplesmente mente sobre os seus sintomas, já que os males causados podem não ter precedentes. O importante é sempre falar a verdade e desta forma o melhor tratamento sempre será indicado.

3 – Nada de aparecer apenas uma vez por ano
Outro detalhe muito importante, os médicos odeiam aqueles pacientes que vão apenas 1 vez, ou então quando tem problemas, já que desta forma eles não conseguem tratar as doenças de forma concreta e assertiva.

4 – As que tem vergonha da falta de depilação
No dia da consulta, os médicos indicam as mulheres a não terem vergonha de se depilar, pois eles sabem quando as mulheres fazem isso e como é um processo natural eles não ficam enojados por elas estarem de forma natural.

5 – Pacientes que dão cantadas no médico
Vale ressaltar que ao mesmo tempo em que o médico não pode assediar sua paciente, a sua paciente também não pode dar em cima do seu especialistas. Este não é o momento ideal para tal ação.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.